Série Desenvolvimento Pessoal e Profissional: Vendas

Olá, Tudo bem com você?

Espero verdadeiramente que sim!!!

Seja Bem Vindo a mais um artigo da série:

Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Dicas sobre as atitudes assertivas de um bom vendedor:

Para se tornar um grande vendedor não basta ter  habilidades e se esforçar é preciso saber tomar atitudes na hora certa, no momento certo da venda e também no pós venda. Todas as habilidades devem entrar em ação em conjunto.

Ideia

Nos diferentes momentos dos processos de venda os profissionais precisam:

Antes da visita de vendas:

– Ter objetivos específicos; você precisa ter em mente objetivos focados, personalizados para cada cliente;

– Procurar os clientes certos; de nada adianta você tentar vender para clientes que não compram os seus produtos, haverá somente perca de tempo;

– Não evitem os clientes que aparentemente são mais difíceis de convencer; sabemos que nesse momento lhe será mais exigido, mas é justamente aí que você desenvolve cada vez mais habilidades e técnicas de convencimento;

– Tenham informação sobre a concorrência; entender os concorrentes, quais produtos vendem, onde eles estão, como fazem, chama-se Benchmarketing é extremamente favorável para você obter sucesso, pois você pode adequar melhor sua venda de acordo com algum gap (falha ou dificuldade) do seu concorrente, ou mesmo auxiliando a criação de ações novas de divulgação dos seus produtos.

– Realizar visitas periódicas; ir até seu cliente somente para dar uma “passadinha”, verificar como está o andamento das atividades, questionar e sanar algum tipo de dificuldade te auxilia a criar um relacionamento com seu cliente;

Acordo

Durante a visita de vendas:

– Conversar com quem tem o poder de decisão; não adianta as vezes você gastar todo o seu tempo explicando sobre o produto, com pessoas que não vão comprar de você, ou seja, com pessoas que não são os tomadores de decisões daquela empresa;

– Estabeleçam as necessidades dos clientes; trabalhar com foco na solução para os problemas de cada cliente individualmente dá um ar de direcionamento de personalização do atendimento;

– Apresentar produtos adequados; por isso a importância de conhecer bem o seu ramo de atuação, entendendo os assuntos pertinentes, aonde tal produto entra e o outro não entra e saber posicionar isso ao cliente é também importante, gera confiança e credibilidade;

– Utilizar material de apoio eficiente; se for preciso folder, cadernos, materiais da empresa, brindes para os clientes conhecerem o produto, estejam sempre munidos de tudo que te levará ao sucesso da venda através da divulgação assertiva do produto;

– Receber feedback dos clientes; lembre-se seus clientes são as pessoas mais indicadas para construção de relacionamento transparente que haja escuta ativa e muita reciprocidade, ouça atentamente cada ponto que seu cliente tem a te dizer se estiver a seu alcance resolva, se não estiver passe para quem vai resolver e não deixe jamais de dar retorno ao cliente;

– Saibam lidar com objeções; atitude extremamente necessária, nem sempre seu cliente está aberto e receptivo para concordar com tudo que você disser, respeite o espaço e as colocações dele, ponderando quando necessário;

– Aja de forma a gerar vendas para o cliente; deixem claro que essa compra o fará também ser tão assertivo quanto você;

Depois da visita de vendas:

– tenha registros do que ocorreu durante o processo de vendas; isso te fará criar um histórico adequado do perfil do seu cliente, quais as maiores dificuldades dele na compra, e qual momento você sentiu firmeza na venda, facilitando próximos contatos;

– Façam análise de como foi a visita; procure entender seus pontos fortes, seus pontos de melhoria e busque ser assertivo obtendo crescimento continuo; procure repetir as ações eficazes e evite os mesmos erros;

– Acompanhe detalhadamente; após a criação do relacionamento, você estará fidelizando esse cliente e criando uma relação de compra e venda cada vez melhor, e também possibilitando que ele te indique  a outros clientes;

Acordo-3

“Demonstre sua capacidade de realizar o que prometeu. Forneça testemunhos de clientes satisfeitos como prova de que você cumpriu o que prometeu em vendas anteriores.” Bob Leduc

Em posse desses dados seja coerente com suas atitudes de vendedor. Se não sabe por onde começar, mas quer mudar de atitude para se posicionar melhor enquanto vendedor saiba que o Coaching pode agregar muito em sua vida, pois obtendo autoconhecimento você passará a se desenvolver de maneira constante nas habilidades necessárias e até descobrindo habilidades que precisam ser trabalhadas para melhor aproveitamento de sua profissão. Se você sente que está perdendo tempo na profissão de vendedor? Apesar de gostar do trabalho, não está conseguindo persuadir o cliente? Sente que precisa aprimorar sua performance de venda? Não entende porque os clientes não fazem o que você espera? Traçar um plano de ação para melhoria de seu desempenho como vendedor pode ser a melhor estratégia que você enquanto profissional pode fazer.

Lembrando sempre que o Coaching enquanto processo de Alta Performance eleva o nível de entendimento das suas atitudes e te coloca em uma posição de entendedor completo das suas decisões e do que te faz perder tempo, realizando plano de ação para você chegar em seus objetivos, metas e sonhos alavancando seus pontos fortes e minimizando os pontos fracos de sua personalidade.

Obter autoconhecimento é o início para uma jornada incrível de autoaceitação e autorrealização.

Forte Abraço

Débora Marques – Coach de Alta Performance Pessoal e Profissional – Analista Comportamental Assessment

Deixe uma resposta